Blog da Meimei Escola

Qual é a diferença entre Montessori e Waldorf?

Postado por Blog Meimei Escola

Ache a Meimei nas Redes Sociais:

16-08-2017 18:16


Qual é a diferença entre Montessori e Waldorf?

Dra. Maria Montessori à esquerda, Rudolf Steiner à direita.

A educação Montessori e Waldorf começaram em torno da virada do século passado. A educação Montessori foi iniciada por Maria Montessori, antropóloga e primeira médica mulher na Itália, enquanto a educação Waldorf foi iniciada por Rudolf Steiner, filósofo alemão.

Muitas vezes, as pessoas confundem o sistema educacional desenvolvido por Montessori, com o método Waldorf. Isto acontece porque ambas são alternativas à educação tradicional logo, se apresentam como “diferentes.” E, normalmente, as pessoas tendem a agrupar tudo o que é “diferente”, sem antes fazer uma análise mais profunda.

Além disso, existem algumas semelhanças entre as duas pedagogias. Ambas enfatizam uma educação integral do indivíduo (mental, moral, física e emocional), não somente a ênfase no desenvolvimento mental/cognitivo. As duas linhas valorizam o ambiente natural, e que a criança mantenha contato com a natureza, com o mundo a sua volta. Tanto Montessori como Waldorf respeitam a criança como um ser único, espiritual e criativo e acreditam em proteger a criança do uso excessivo ou uso indevido de tecnologias, como televisão e computadores.

No entanto, a maneira como cada filosofia educacional traz sua visão para a realidade difere bastante. A seguir pontuamos resumidamente as principais diferenças entre o Sistema Montessori e o Método Waldorf. 

Currículo

 

WALDORF: Disciplinas curriculares são introduzidas nas escolas Waldorf em uma idade muito posterior do que nas escolas Montessori. Elas são vistas, como nas escolas tradicionais, como algo necessário, mas não especialmente agradável à criança, sendo portanto melhor postergar sua introdução o maior tempo possível. O dia é preenchido com brincadeiras de “faz de conta”, arte, música, dança; as Artes em geral, adiando a leitura, a escrita e a matemática até 7 ou mais anos de idade.

MONTESSORI: Dra. Montessori, por outro lado, encheu sua primeira escola, que atendia a crianças entre 3 e 6 anos de uma região pobre de Roma, na Itália, com bonecas e outros brinquedos tradicionais, mas descobriu que quando as crianças tinham a oportunidade de fazer trabalhos reais, de vida prática, como cozinhar, limpar, cuidar de si mesmas, uma das outras e do meio ambiente, perdiam completamente o interesse nas brincadeiras de “faz de conta” e davam preferência as atividades de vida prática.

Mais tarde, a pedido de pais que ficaram muito impressionados com o cuidado pessoal, a felicidade e as boas maneiras dessas crianças, criou materiais sensoriais orientados para o desenvolvimento da linguagem, da escrita, da matemática e de outras disciplinas, e observou a resposta das crianças. Os conteúdos a serem aprendidos não eram, e não são até hoje, forçados na criança, mas oferecidos e desfrutados por elas.

 

Fantasia, Imaginação & Criatividade

WALDORF: Na filosofia de Waldorf a brincadeira é vista como o trabalho da criança pequena, e a sua mente fantasiosa é tão viva, que faz parte integrante de como o professor trabalha com ela. Ele incorpora narrativas de histórias e fantasia no currículo. A criança pode usar a maior parte dos recursos concretos como desejar.

MONTESSORI: Em Montessori, a fantasia e a imaginação fazem parte do processo criativo. No entanto, como o mundo real é visto, em si, como uma criação maravilhosa, as crianças são introduzidas a ele em todas as suas variações nos primeiros 6 anos de vida, e depois usam essas experiências para novas criações o resto de suas vidas. A palavra "trabalho" é usada para descrever as atividades da criança em sala, em vez de “brincar", porque são atividades que devem ser respeitadas - e, como postula Montessori, "a criança não está brincando, ela está trabalhando no seu desenvolvimento".

Método

WALDORF: Nos primeiros anos, as atividades são mais freqüentemente ensinadas e realizadas em grupos com a liderança do professor. Quando os conteúdos disciplinares são introduzidos, eles são ensinados de forma mais tradicional: a professora falando e as crianças sentadas as suas mesas escutando. Elas são mantidas em um grupo de crianças da mesma faixa etária, com o mesmo professor as acompanhando por seis anos consecutivos. As Artes são sempre uma parte do dia-a-dia escolar.

 

MONTESSORI: O desenvolvimento social é mais parecido com o da vida real, porque as crianças não são mantidas em grupos de alunos da mesma faixa etária, mas sim em agrupamentos (3-6; 6-9; 9-12; 12-15; 15-18 anos). O professor apresenta novos materiais/conceitos a uma criança individualmente ou a grupos pequenos, e muitas vezes, uma criança ensina a outra. Dentro de limites, a escolha do com que trabalhar é deixada para o aluno.

Um alto nível de criatividade é alcançado porque a experiência das crianças é baseada em uma interação rica com o mundo real e no uso correto dos recursos concretos. As crianças aprendem técnicas exatas para a sua manipulação, assim como eles aprenderiam o uso exato de um piano ou um violino, e cada experiência com cada um dos recursos é a oportunidade para a compreensão de novos conceitos. Nos últimos 110 anos, os materiais usados nas escolas Montessori foram adaptados sempre que necessário, através da observação direta e contínua de crianças em todo o mundo.

Um alto nível cognitivo também é alcançado dado o nível de concentração que as crianças atingem ao trabalhar e porque elas aprendem cedo a fazer pesquisas e ir além do que é introduzido pelo professor. A liberdade de escolha e a concentração da criança são respeitadas e protegidas da interrupção por parte de pessoas de fora do ambiente da sala de aula.

CERTIFICAÇÃO DE ESCOLAS

Infelizmente, ambas estão na situação de não poder proteger e regular o uso das palavras "Montessori" ou "Waldorf". Isso significa que, nos dois casos, há escolas que professam seguir os ensinamentos de seus criadores, mas cujos diretores, mesmo se bem intencionados, somente leram um ou dois livros sobre o assunto. Não são treinados e não treinaram a sua equipe.

No Brasil, as escolas Montessori autênticas são parte da Organização Montessori do Brasil. Caso tenha interesse em conhecer uma dessas escola em sua região, consulte aqui a lista das escolas associadas. 

6 Princípios Fundamentais ao Montessori

 

 

Tópicos: Inovação na Educação, Educação Diferenciada, Educação Integral

Comentários

Sobre o Blog

Os artigos deste blog são criados a partir de entrevistas com a Fundadora e Diretora Pedagógica da Meimei Escola, e também atual Presidente da Organização Montessori do Brasil (OMB). Os artigos discutem temas ligados ao diferencial do Sistema Montessori de Ensino e dúvidas que pais tem com relação ao desenvolvimento dos seus filhos. 

Sintam-se a vontade para fazer perguntas na seção de comentários do blog ou na nossa página no Facebook (https://www.facebook.com/MeimeiEscola/). Se quiserem entrar em contato diretamente, podem enviar e-mail para atendimento@meimeiescola.com.br.

Para conhecerem mais sobre o Sistema Montessori, temos uma lista de links de referência no site da Escola (http://www.meimeiescola.com.br/links-de-referencia).

 

Assine para Atualizações por E-mail

Siga a Meimei nas Redes Sociais

Postagens Recentes