Blog da Meimei Escola

Qual é a diferença entre Montessori e Construtivismo?

Postado por Blog Meimei Escola

Ache a Meimei nas Redes Sociais:

04-09-2017 18:15


Qual é a diferença entre Montessori e Construtivismo? - BLOG MEIMEI ESCOLA 

Dra. Maria Montessori à esquerda e à direita, de cima para baixo, Wallon, Vygotsky e Piaget.

 

Muitas pessoas associam o construtivismo ao nome de Jean Piaget. Embora ele seja o famoso biólogo que dedicou estudos para investigar o desenvolvimento da inteligência, ele não é o "pai" do Construtivismo. 

 
O principal mal-entendido é a ideia de que o Construtivismo é um método de ensino, uma ferramenta de planejamento. Não é. É uma posição compartilhada por tendências de pesquisa psicológica e educativa com foco em como a inteligência é construída. Piaget descreveu testes bastante práticos em suas obras, mas sua preocupação não era com uma metodologia. 

 

No Brasil, as conclusões de Piaget, Vygotsky e Wallon foram interpretadas por pesquisadores da área da psicopedagogia como um novo olhar sobre os estudantes. Esses pesquisadores perceberam que os alunos deixaram de ser os que prestam atenção e decoram conteúdos, passando a serem vistos como pessoas que já têm informações e são capazes de reorganizar seus esquemas de raciocínio para aprender mais, ou seja, capazes de "construir" seu próprio conhecimento.


A psicolinguista argentina Emilia Ferreiro também colaborou para dar força ao movimento construtivista e mostrar que ele se reflete, essencialmente, na proposição de ações eficazes para levar os alunos a mobilizarem o que já sabem e usarem isso para se desenvolverem.  

Algumas dessas ações são:

  • Os conteúdos devem ser relevantes para a criança. Eles são estruturados em torno de uma questão que "desperte seu interesse", e sobre a qual formam hipóteses.
  • A aprendizagem começa a partir de conceitos básicos (visão de conjunto), e não de detalhes. Os alunos constroem significado da forma que melhor compreendem.
  • Os professores  valorizam o ponto de vista de seus alunos. Eles fazem perguntas aos alunos, ouvem as suas respostas e pedem que as elaborem. 
  • As tarefas do currículo são adaptadas para abordar as suposições dos alunos. Para a aprendizagem acontecer deve haver diálogo e uma correspondência entre as perguntas que as crianças fazem e aquilo que elas estão cognitivamente prontas para entender.
  • Os professores mediam e avaliam em vez de ensinar e testar. Pergunta-se "o que você sabe" ao invés de "o que você memorizou". Promovem-se indagações interdisciplinares que permitem questões abertas.


Os educadores que dizem adotar o construtivismo, em verdade tocam em  princípios bastante semelhantes ao que propôs a Dra. Montessori. Entretanto, enquanto o construtivismo é um movimento que surgiu de uma posição compartilhada por tendências de pesquisa psicológica e educativa com foco em como a inteligência é construída, Montessori é um sistema Educacional desenvolvido a partir das criteriosas e profundas observações que a Dra. Maria Montessori fez de crianças tanto no ocidente como no oriente.

 

Dra. Montessori participou do movimento denominado Escola Nova, alternativa ao modelo tradicional de ensino no qual a relação predominante é a relação vertical professor-aluno, pouca ênfase é dada ao pensamento criativo, o sucesso está fortemente ligado à memorização, e os alunos são motivados através de recompensas ou punições.  A partir de suas teorias sobre os "planos de desenvolvimento" e os "períodos sensíveis", Dra. Maria Montessori reconheceu a necessidade de experiências reais (motoras e mentais) para o desenvolvimento cognitivo, bem como a importância que o ambiente (físico, emocional, social) desempenha para estimular o desenvolvimento intelectual  e psíquico das crianças.  Então, adaptou e desenvolveu uma série de materiais sensoriais, auto-corretivos, que colaboram com o processo de aprendizagem.

 

Sua citação "o conhecimento se estabelece na criança como um sistema complexo de ideias, construído ativamente pela própria criança durante uma série de processos psíquicos que representam uma formação interna, um crescimento psíquico", e outras encontradas em vários dos livros que publicou ao longo de sua vida, confirmam que suas observações anteciparam as ideias dos teóricos construtivistas, inclusive de Piaget, que foi seu aluno e presidente da Associação Montessori Suíça durante 40 anos.


Para finalizar, abaixo, pontuamos resumidamente, algumas diferenças-chave entre o Sistema Montessori e o construtivismo:

 

  Montessori   Construtivismo
 

A primeira classificação se concentra em atributos sensoriais.

 

A primeira classificação de objetos se concentra no significado e organização

 

Os recursos manipulativos são auto-corretivos.

 

Os recursos manipulativos não são auto-corretivos. A criança depende do professor para a correção. Materias Montessorianos auto-corretivos também são adotados, sendo o "Material Dourado" um exemplo.

 

A “experimentação" e o "erro" fazem parte do processo; Ao refazer a atividade espontaneamente (o material ajuda a perceber o "erro"), o aluno aprende melhor.

Os professores tentam não desencorajar respostas erradas.

 

O professor colabora na construção da dinâmica social na sala, estimulando a graça e a cortesia.

 

Considera que a supressão do conflito pode ser contraproducente para o guia interno da criança e o desenvolvimento da sua capacidade de considerar diferentes pontos de vista.

 

As crianças têm liberdade dentro de limites sociais. O professor-orientador sabe que pode esperar que as crianças "trabalhem" felizes, aprendendo umas com as outras.

 

O professor é um companheiro que tenta formar uma relação pessoal e de igualdade com as crianças.

Há um ambiente preparado, acessível ao aluno, com recursos que atendem às diversas áreas do conhecimento.

Em geral as salas de aula têm poucos recursos facilitadores da aprendizagem.

 

6 Princípios Fundamentais ao Montessori

 

Tópicos: Materiais Sensoriais, Inovação na Educação, Educação Diferenciada

Comentários

Sobre o Blog

Os artigos deste blog são criados a partir de entrevistas com a Fundadora e Diretora Pedagógica da Meimei Escola, e também atual Presidente da Organização Montessori do Brasil (OMB). Os artigos discutem temas ligados ao diferencial do Sistema Montessori de Ensino e dúvidas que pais tem com relação ao desenvolvimento dos seus filhos. 

Sintam-se a vontade para fazer perguntas na seção de comentários do blog ou na nossa página no Facebook (https://www.facebook.com/MeimeiEscola/). Se quiserem entrar em contato diretamente, podem enviar e-mail para atendimento@meimeiescola.com.br.

Para conhecerem mais sobre o Sistema Montessori, temos uma lista de links de referência no site da Escola (http://www.meimeiescola.com.br/links-de-referencia).

 

Assine para Atualizações por E-mail

Siga a Meimei nas Redes Sociais

Postagens Recentes